Melhorias no Firefox 3 beta 3

Sendo profissional de TI há algum tempo, posso dizer que tenho a minha dose de experiência com browsers. Fui usuário do Netscape 3, Netscape Communicator, e desde a versão 5, usuário do Internet Explorer. Há uns 2 ou 3 anos atrás, não me lembro, conheci o Firefox e resolvi testar.

Sempre fui um grande entusiasta de software livre, tendo inclusive contribuído para diversos projetos GNU/GPL. Usuário de Linux desde criançinha, também sofria com a falta de um browser decente para este sistema operacional.

Entretanto, por questões profissionais , termindo no final das contas sendo obrigado a utilizar o Windows no Desktop. Tenho minha estação somente Linux em casa, entretanto o meu notebook de trabalho, máquina com a qual lido mais de 10 horas por dia, roda Windows Vista (e antes, Windows XP). Não querendo entrar no mérito de sistemas operacionais, pois isso seria um assunto para um post inteiro – me explico porque nunca simpatizei ou utilizei o Firefox no Windows (no Linux, ele é o único browser decente, então realmente não há outra opção – a não ser que você seja masoquista e utilize o Lynx e o considere uma real alternativa – mas aí já é doidice).

O Firefox, a partir da sua versão 1.5, passou a ser um browser decente. Dando suporte à Java, Flash, não deixava nada a desejar em relação ao IE5.5/6. Entretanto, o Firefox desde então é um voraz consumidor de recursos. Lento na inicialização, e consumindo muita memória. Quando li e ouvi alguns amigos comentando sobre a nova versão do Firefox, resolvi conferir. Não vou me ater aqui a análises extensas a respeito das novidades e melhorias. Vou ser bem objetivo: neste momento, estou com o Firefox 2.0.0.12 com 4 abas abertas (todas para sites diferentes). Resultado: 36MB de RAM consumidos. Já o IE7, com 4 abas e os mesmos sites, tenho a utilização de 31MB de RAM, e uma velocidade de inicialização cerca de duas vezes superior à do Firefox – ok, eu sei que o IE7 tem várias DLL’s que são carregadas junto com o Windows, mas ainda assim – quero velocidade. Já o Firefox 3 beta 3, última versão do mesmo liberada enquanto escrevo este artigo, para os mesmos 4 sites, tenho a ocupação dos mesmos 31MB de RAM do IE7, só que com um adicional: quase a mesma velocidade para inicalizar.

Minha conclusão: vale a pena testar. O Firefox está chegando a um nível de performance e utilização de memória equiparável ao Internet Explorer, podendo assim concorrer de igual para igual – e já saindo na frente, pois o Firefox é imune à maioria das pragas de ActiveX que infestam a Web.

Se você está interessado em um benchmark, dê uma olhada neste artigo.

Fonte consultada: http://cybernetnews.com/2008/02/25/firefox-3-performance-gets-a-boost/

del.icio.us Tags: ,,

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *